João 12:1-19

Imagem

Os diferentes aspectos da adoração são representados na tocante cena descrita nos versículos 1-3. Vemos a presença do Senhor, a comunhão, o testemunho, o santo serviço e o louvor. Não se trata de uma festa em honra a Lázaro; o Senhor Jesus é o centro dessa festa: “Deram-Lhe, pois, ali, uma ceia”. A única qualificação de Lázaro para estar à mesa com Ele é a de um homem morto que recebeu nova vida (o que é o caso de todos os redimidos). Não nos é comunicado o que esse homem diz ou faz; a sua presença ali é suficiente para mostrar o que o Senhor fez por ele. Marta serve; desta vez a sua atividade é perfeitamente adequada, em contraste com Lucas 10:40. Por fim, Maria, que derrama o “mui precioso” perfume, o qual toca o coração do Salvador e também enche toda a casa. Essa é uma figura da adoração que os redimidos gratamente expressam quando se reúnem. O descrente só tem menosprezo para com essa adoração – basicamente porque honra a outro deus: o dinheiro (v. 6).

O versículo 10 mostra como Lázaro é também objeto do ódio dos homens contra o Senhor Jesus.

Logo temos uma descrição da entrada triunfal do Rei de Israel em Sua cidade de Jerusalém. Porém a reputação que o precede é transitória, e se deve basicamente ao grande milagre que havia realizado.

Todo dia com Jesus

Troca de Links

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s