João 14:15-31

Imagem

O Senhor Jesus está a ponto de deixar os Seus amados discípulos, mas Ele não os deixará órfãos. Ele lhes enviará uma Pessoa divina para confortá-los e sustentá-los, para vir e ajudá-los (v. 16 – Consolador é a mesma palavra de 1 João 2:1: Advogado. É aquele que defende a causa de uma pessoa e que vem para ajudá-la e assisti-la). Este é o Espírito Santo, que não só estará com os crentes, mas neles, para ensiná-los (v. 26). O Senhor Lhe chama de “outro Consolador”, porque Ele mesmo permanece como o Consolador celestial, o Advogado junto ao Pai (1 João 2:1).

O Senhor Jesus ainda faz três outras promessas aos Seus: (1) a nova vida que flui da Sua (v. 19); (2)um lugar especial no amor do Filho – e do Pai – para todo aquele que comprovar seu amor por Ele ao guardar os Seu mandamentos (vs. 21, 23); (3) e, finalmente, paz, a Sua própria paz (v. 27). Quão verdadeiro é que Ele não a dá “como a dá o mundo”. O Mundo oferece pouco e tira muito; distrai e retarda a consciência, agindo como uma droga tranqüilizadora, a qual por um momento parece acalmar a ansiedade e os tormentos da alma, mas que é apenas uma ilusão de paz. A paz que o Senhor Jesus dá satisfaz completamente o coração, e, ademais, é eterna.

Por fim, o Senhor diz aos Seus discípulos que o verdadeiro amor por Ele não deve buscar retê-LO egoisticamente aqui embaixo, senão que deve regozijar-se com Ele nesse Seu gozo (v. 28).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s