João 15:1-15

Israel continuava uma videira infrutífera, apesar de todos os cuidados do divino Lavrador (vide Salmo 80:8, 9; Isaías 5:2). Em contraste, o Senhor se apresenta como a Videira verdadeira, que produz fruto através dos discípulos. Visto que nem todos os ramos da videira dão frutos por igual, assim o Senhor diferencia os que dizem O conhecer: há tais que dão “nenhum fruto”…, outros “fruto”, “mais fruto” (v. 2) e “muito fruto” (v. 5). Existem duas condições necessárias para dar fruto: (1) permanecer nEle assim como um ramo que permanece ligado ao tronco que o alimenta – e (2)”Ele em nós”, da mesma forma como o ramo se deixa impregnar pela seiva que é a sua vida. Por outra parte, não nos esqueçamos de que se o Pai nos “limpa”, removendo alguma coisa de uma maneira que às vezes é dolorosa, é a fim de que possamos dar mais fruto (v. 2).

Mas que abençoado resultado flui de tal comunhão! O conhecimento da vontade de Deus e conseqüentemente a resposta às nossas orações, visto que já não queremos pedir mais outra coisa senão aquilo que Ele mesmo deseja para nós (v. 7): o gozo (v. 11) e finalmente a aprovação inestimável dAquele que deseja nos chamar de Seus amigos (v. 14).

Todo dia com Jesus

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s