João 18:28-40

Ao levar o Senhor Jesus ao governador romano, os judeus cuidam-se de não se contaminarem… ao mesmo tempo que carregam as suas consciências com o mais horrendo crime jamais cometido!

O apóstolo Paulo cita como exemplo a Timóteo a “boa confissão” de Cristo Jesus diante de Pôncio Pilatos (1 Tm 6:13). Custe o que custar, o Senhor declara a Sua realeza, ainda que saliente que o Seu reino não é deste Mundo. Este versículo 36 deveria ser considerado por todos os que hoje empreendem um grande esforço para estabelecer o reino de Deus sobre a Terra. O progressivo melhoramento moral do Mundo para que o Senhor possa vir e reinar sobre ele é apenas uma ilusão. Se Ele mesmo não produziu tal melhoramento, por que deveriam os cristãos buscar fazê-lo?

“Que é a verdade?” pergunta Pilatos. Contudo não espera pela resposta. Ele parece com muitas pessoas que realmente não estão interessadas nessa pergunta – porque no fundo temem ter que ordenar as suas vidas de acordo com a resposta que receberão. A verdade estava diante de Pilatos na pessoa do Senhor Jesus (14:6). Em vão Pilatos tenta escapar de sua responsabilidade ao propor que seja libertado o Prisioneiro para a Páscoa! Mas, em uníssono, os judeus gritam para libertar o ladrão Barrabás, no lugar do Senhor.

Todo dia com Jesus

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s