Meditações sobre o livro de 1 Samuel (Leia 2 Samuel 2:12-32)

Imagem

Então, saiu Abner, filho de Ner, com os servos de Is-Bosete, filho de Saul… Saíram também Joabe, filho de Zeruia, e os servos de Davi, e se encontraram uns com os outros perto do tanque de Gibeom. (2 Samuel 2:12-13).

A partir deste ponto até o final do capítulo 4, lemos sobre o conflito entre Davi e Is-Bosete, ou melhor, entre os generais de ambos, Joabe e Abner. Era uma competição de prestígio, pois cada um desses valentes homens queria ser o primeiro. O término aconteceu com o assassinato de Abner, depois o de Is-Bosete. Essas tristes circunstâncias, resultantes da guerra civil, foram usadas pelo Senhor para consolidar, pouco a pouco, o reinado de Davi.

A violência e o espírito de vingança estavam fora de controle. Perto do tanque de Gibeom, a medição de forças entre os generais começa com um jogo (2 Samuel 2:14). Eles apenas queriam descobrir quem era o mais habilidoso e mais forte. Porém, observe como o orgulho de matar estava a um passo deles. A excitação dos jovens jogadores leva à perda do autocontrole, e atos criminosos são cometidos antes mesmo que se pense nas conseqüências. Vinte e quatro jovens morreram juntos, cada um atravessado pela arma do seu opositor.

Note que Davi se mantém afastado das pelejas que Joabe lidera em nome do rei. Começamos a nos familiarizar com o caráter de Joabe, um homem astuto e inescrupuloso, que defende a causa de Davi por saber que poderia beneficiar-se dela.

Todo dia em Paz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s