Atos 3:12-26

Livro de Samuel

Atos 3.12-26

12 À vista disto, Pedro se dirigiu ao povo, dizendo: Israelitas, por que vos maravilhais disto ou por que fitais os olhos em nós como se pelo nosso próprio poder ou piedade o tivéssemos feito andar?
13 O Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, o Deus de nossos pais, glorificou a seu Servo Jesus, a quem vós traístes e negastes perante Pilatos, quando este havia decidido soltá-lo.
14 Vós, porém, negastes o Santo e o Justo e pedistes que vos concedessem um homicida.
15 Dessarte, matastes o Autor da vida, a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, do que nós somos testemunhas.
16 Pela fé em o nome de Jesus, é que esse mesmo nome fortaleceu a este homem que agora vedes e reconheceis; sim, a fé que vem por meio de Jesus deu a este saúde perfeita na presença de todos vós.
17 E agora, irmãos, eu sei que o fizestes por ignorância, como também as vossas autoridades;
18 mas Deus, assim, cumpriu o que dantes anunciara por boca de todos os profetas: que o seu Cristo havia de padecer.
19 Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados,
20 a fim de que, da presença do Senhor, venham tempos de refrigério, e que envie ele o Cristo, que já vos foi designado, Jesus,
21 ao qual é necessário que o céu receba até aos tempos da restauração de todas as coisas, de que Deus falou por boca dos seus santos profetas desde a antiguidade.
22 Disse, na verdade, Moisés: O Senhor Deus vos suscitará dentre vossos irmãos um profeta semelhante a mim; a ele ouvireis em tudo quanto vos disser.
23 Acontecerá que toda alma que não ouvir a esse profeta será exterminada do meio do povo.
24 E todos os profetas, a começar com Samuel, assim como todos quantos depois falaram, também anunciaram estes dias.
25 Vós sois os filhos dos profetas e da aliança que Deus estabeleceu com vossos pais, dizendo a Abraão: Na tua descendência, serão abençoadas todas as nações da terra.
26 Tendo Deus ressuscitado o seu Servo, enviou -o primeiramente a vós outros para vos abençoar, no sentido de que cada um se aparte das suas perversidades.

Tão logo ouvem a respeito da cura do coxo, os curiosos se aglomeram. Todos estão cheios de admiração e assombro (v. 10). Mas Pedro logo cuida que a atenção seja desviada dele e de João, atribuindo o milagre ao poder do nome de Jesus. Este feito demonstrava de maneira bastante óbvia a vida e o poder que há na ressurreição dAquele a quem eles haviam matado. “Negastes o Santo e o Justo”, declara-lhes o apóstolo, não para condená-los, mas como alguém que entende, por experiência própria, a vergonha deste pecado (v. 14; Lucas 22:54-61). “Eu sei que o fizestes por ignorância” (v. 17), acrescenta, confirmando, por assim dizer, as palavras do Salvador na cruz: “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem” (Lucas 23:34). A oportunidade concedida aqui aos judeus de ouvir o Evangelho e de arrepender-se, é uma resposta ao pedido do Senhor na cruz. Eles tinham em seu meio o testemunho do Espírito Santo falando pela boca de Pedro e atuando visivelmente na Igreja (2:44-47). Se a nação, reconhecendo seu pecado, tivesse agora recorrido a Deus, o Senhor poderia ter voltado imediatamente (v. 20). Mas eles não estavam dispostos a isso; porém, doravante não poderão mais alegar ignorância.

Todo dia com Jesus

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s