Marcos 1:1-13

O Evangelho segundo Marcos é o Evangelho que nos apresenta o Servo perfeito. Por isso não achamos nele o relato do nascimento do Senhor Jesus nem a Sua genealogia

Marcos 1.1-13

1 Princípio do evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus.
2 Conforme está escrito na profecia de Isaías: Eis aí envio diante da tua face o meu mensageiro, o qual preparará o teu caminho;
3 voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas;
4 apareceu João Batista no deserto, pregando batismo de arrependimento para remissão de pecados.
5 Saíam a ter com ele toda a província da Judéia e todos os habitantes de Jerusalém; e, confessando os seus pecados, eram batizados por ele no rio Jordão.
6 As vestes de João eram feitas de pêlos de camelo; ele trazia um cinto de couro e se alimentava de gafanhotos e mel silvestre.
7 E pregava, dizendo: Após mim vem aquele que é mais poderoso do que eu, do qual não sou digno de, curvando-me, desatar-lhe as correias das sandálias.
8 Eu vos tenho batizado com água; ele, porém, vos batizará com o Espírito Santo.
9 Naqueles dias, veio Jesus de Nazaré da Galiléia e por João foi batizado no rio Jordão.
10 Logo ao sair da água, viu os céus rasgarem-se e o Espírito descendo como pomba sobre ele.
11 Então, foi ouvida uma voz dos céus: Tu és o meu Filho amado, em ti me comprazo.
12 E logo o Espírito o impeliu para o deserto,
13 onde permaneceu quarenta dias, sendo tentado por Satanás; estava com as feras, mas os anjos o serviam.

O Evangelho segundo Marcos é o Evangelho que nos apresenta o Servo perfeito. Por isso não achamos nele o relato do nascimento do Senhor Jesus nem a Sua genealogia. Já que o que determina o valor de um servo são qualidades como a obediência, a fidelidade e a prontidão para servir. Mas desde a primeira frase Ele é descrito como o Filho de Deus, isso para que o leitor não se engane acerca da Pessoa cujo serviço humilde está para ser narrado; é acerca de um Escravo voluntário. Subsistindo em forma de Deus, o próprio Senhor Jesus assumiu a forma de um servo (ou escravo – Filipenses 2:6-7).

Precedido pelo testemunho de João, o Senhor logo começa o Seu ministério. Este primeiro capítulo caracteriza-se pelo freqüente uso de expressões como logo, imediatamente e no mesmo instante. O Senhor Jesus submete-Se ao batismo de arrependimento, apesar de ser “santo, inculpável, sem mácula” (Hebreus 7:26), assumindo um lugar no meio de pecadores arrependidos (2 Coríntios 5:21). Mas, para não ser confundido com eles, Deus faz ouvir desde os céus uma solene declaração acerca de Seu “santo Servo Jesus” (Atos 4:27, 30), uma declaração que precede o Seu ministério. Não é: “Tu és o meu Filho amado, em ti me comprazerei”, mas “em ti me comprazo”.

Logo o Senhor Jesus é impelido pelo Espírito ao deserto para ali amarrar o Inimigo que nos mantinha na escravidão (3:27). Onde quer que tenhamos sido desencaminhados pelo pecado, é para lá que o amor e a obediência do Senhor Jesus a Deus O conduziu a fim de nos libertar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s