Lição 4 – Precisamos combater o pecado da avareza

Lição 041Capa_Jovens-e-Adultos_Professor

28 de Abril de 2013

 Precisamos combater o pecado da avareza

 Texto Áureo

“Porque o amor do dinheiro é a raiz de toda espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé e se traspassaram a si mes­mos com muitas dores”. 1 Tm 6.10

 Verdade Aplicada

 Os insensatos derrubam os celei­ros, constroem outros maiores, mas se esquecem de cuidar da própria alma.

Objetivos da Lição

►      Mostrar que as riquezas ma­teriais cegam muitas pessoas no aspecto espiritual;

►      Explicar que a ganância por possuir bens materiais vai contra o Evangelho de Jesus;

►      Ressaltar que possuir rique­zas não é pecado; o problema é deixar descer para o coração a avareza, o orgulho, o egoísmo e a vaidade excessiva enquanto despreza a Palavra de Deus.

 Textos de Referência

 Lc 12.15    E disse-lhes: Acautelai-vos e guardai-vos da avareza, por­que a vida de um homem não con­siste na abundância do que possui.

Lc 12.19    E direi à minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens, para muitos anos; descan­sa, come, bebe e folga.

Lc 12.20    Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma, e o que tens prepara­do para quem será?

1 Tm 6.9    Mas os que querem ficar ricos caem em tentação e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína.

1 Tm 6.10  Porque o amor do di­nheiro é a raiz de toda espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.

Leia a Lição aqui

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s