Os Verdadeiros Doentes

Imagem

E aconteceu que, estando ele em casa sentado à mesa, chegaram muitos publicanos e pecadores, e sentaram-se juntamente com Jesus e seus discípulos. E os fariseus, vendo isto, disseram aos seus discípulos: Por que come o vosso Mestre com os publicanos e pecadores? Jesus, porém, ouvindo, disse-lhes: Não necessitam de médico os sãos, mas sim, os doentes  (Mateus 9:10-12).

Mateus não nos diz em que casa o Senhor estava comendo, mas Marcos 2:15 registra que era na casa de Levi (ou seja, na do próprio Mateus); Lucas 5:29 acrescenta: “Fez-lhe Levi um grande banquete em sua casa; e havia ali uma multidão de publicanos e outros que estavam com eles à mesa”. Mateus desejava que seus amigos ouvissem a Palavra de Deus diretamente dos lábios dAquele que conquistara seu coração. Até aquele momento, ele fora um coletor de impostos do governo romano, e por isso era odiado por seu povo. Evidentemente por ser rico, ele pôde reunir uma “multidão” de publicanos em sua casa.

Os fariseus consideravam os coletores de impostos pessoas vis e os colocavam na mesma categoria dos demais “pecadores”. Ofendidos contra o fato do Senhor estar ali com aqueles homens tão detestáveis, os fariseus não se dirigiram ao próprio Jesus, mas aos Seus discípulos.

Porém, o Senhor ouviu e lhes respondeu que quem precisava de médico eram os doentes, não os saudáveis. E que também tinha vindo para chamar os pecadores ao arrependimento e não os justos. Mas quem eram os verdadeiros pecadores? Será que eram as pessoas que os fariseus desprezavam? Não, porque a própria atitude deles demonstrava que necessitavam de um Salvador também. Mas os religiosos não conseguiam discernir a repugnante doença que os consumia – a iniqüidade do orgulho próprio – e, portanto, acreditavam firmemente que não tinham do que se arrepender.

O arrependimento é imperativo para todos nós, todos os dias de nossa vida. Se quisermos viver em liberdade, temos de nos arrepender a cada vez que pecamos, pois é a única maneira de nos livrarmos do cativeiro do pecado. Acusar os outros é um sintoma de escravidão, e a raiz disso é o orgulho.

Querido leitor, do que você precisa se arrepender hoje para ser livre?

Todo dia em Paz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s